QUADRO-POEMA
                                 QUADRO-CONTO
                                                QUADRO-ROMANCE


A ligação da Literatura e das Artes Visuais tem séculos de existência. Um diálogo que leva à diluição de limites rígidos entre as diferentes linguagens e consequente aproximação entre as artes, principalmente a quebra de fronteiras entre o texto e a imagem. São disso exemplo a poesia visual, a poesia-objeto ou o livro-objeto.



Neste trabalho da Ana Rita Manique, feito a partir de um pedido expresso por parte da biblioteca escolar junto das professores de Artes Visuais Margarida Cerejo e Natália Santos, poderemos dizer, sem qualquer margem de dúvida, que estamos na presença de um quadro-poema, ou um quadro-conto ou, se quisermos, de um quadro-romance. Não há limites para aquilo que nele quisermos ver se não os limites da nossa própria imaginação.


Muitos parabéns à Ana Rita e um enorme agradecimento às professoras Margarida Cerejo e Natália Santos pela sua busca constante da beleza que, como bem sabemos, não é privilégio de uns quantos nomes ilustres. 



                                             



VISITAS DOS ALUNOS DO AGRUPAMENTO DE ESCOLAS D. AFONSO HENRIQUES e ESCOLA BÁSICA ALEXANDRE HERCULANO

Com a aproximação do final do ano letivo chega a altura de mostrar a escola e a oferta educativa de ensino secundário do agrupamento aos alunos do 9º ano de outras escolas.


 Assim,  no dia 16 de maio tivemos a visita dos alunos da Escola Básica de Alcanede e da Escola Básica de Pernes, ambas pertencentes ao Agrupamento de Escolas D. Afonso Henriques. No dia 1 de junho foi a vez dos alunos do 9º ano da Escola Básica Alexandre Herculano.


 Para além de ficarem a conhecer a biblioteca da Escola Secundária Dr. Ginestal Machado, os alunos, divididos em pequenos grupos, tiveram a oportunidade de aceder a um mini-guia do utilizador em 211 palavras a partir da leitura de um QrCode e de responder a um quizz sobre a biblioteca usando os tablets recentemente adquiridos. 




Cumpriu-se, assim, o lema: biblioteca escolar e tecnologias ao serviço da aprendizagem!
Projeto "Aprender com a Biblioteca Escolar"




Oito meses depois de termos iniciado o projeto "Aprender com a Biblioteca Escolar" com a turma F do 8º ano e a disciplina de Cidadania lecionada pela diretora de turma, a professora Sara Sacramento, chegou o momento de os alunos apresentarem os seus trabalhos.



Este projeto, que resultou na aplicação do referencial "Aprender com a Biblioteca Escola", procurou aliar a aplicacão das TIC no processo de ensino e aprendizagem levando os alunos a pesquisarem, selecionarem e tratarem a informação e construírem apresentações em PowerPoint e quizz de avaliação dos trabalhos através do Kahoot! 




Ao longo de muitas aulas, os alunos estudaram temas como a educação sexual, as DST a educação para os Media ou os direitos do consumidor e, finalmente, a partir do dia 19 de maio começaram a mostrar toda a informação que recolheram e a testar se essa informação foi apreendida pelos colegas que responderam aos quizz usando os tablets recentemente adquiridos pela Biblioteca.  



Como habitualmente, sempre que as TIC chegam à sala de aula, momentos de entusiasmo e a concentração foram muitos pois todos querem ficar classificados em 1º lugar.
A continuar nas próximas semanas! 




Conferência “A utilidade do (in)útil”


     No dia 3 de maio, pelas 10h30, teve lugar no auditório da Escola Secundária Dr. Ginestal Machado a conferência “A utilidade do inútil”, proferida pela professora Vera Vicente, professora de Filosofia do Ensino Secundário. 


     Da numerosa assistência presente, faziam parte algumas turmas do 11º ano de Artes e de Ciências e Tecnologias e uma turma de 12º ano de Artes do Espetáculo, para além, naturalmente, de alguns professores.


     Com a mestria, sapiência e sagacidade que se lhe reconhece, a professora Vera Vicente começou por clarificar os conceitos de utilidade e inutilidade e a ambiguidade que os caracteriza, para depois centrar a sua intervenção sobre a utilidade das artes habitualmente consideradas inúteis por não estarem ligadas a uma aplicação prática ou à ideia de lucro, como é o caso da pintura, da literatura ou da filosofia.



     A conclusão final foi, naturalmente, que aquilo que é frequentemente considerado como inútil é, na verdade, essencial, logo, útil, à ciência e à tecnologia, ao progresso e bem-estar, enfim, à felicidade humana.

25 DE ABRIL 


     Para não esquecer os rostos que ficarão para sempre ligados a este dia, a biblioteca convida toda a comunidade educativa a relembrá-los, com um convite especial para os professores de História e respetivas turmas.












SEMANA DA LEITURA 2017


  • Encontro com o autor João Rebocho Pais


     O primeiro dia da Semana da Leitura foi o escolhido para receber na Escola Secundária Dr. Ginestal Machado o autor de “O intrínseco de Manolo”, “Dizem que Sebastião” e “Olhando por Mr. Bergman”.


     Perante uma plateia composta por alunos do 11º ano, João Rebocho Pais respondeu às muitas questões que lhe foram colocadas em relação à leitura, aos métodos de escrita, às fontes de inspiração, à decisão de se tornar escritor ou às principais dificuldades enfrentadas. 


     A todas as questões o autor respondeu com entusiasmo, tornando este encontro numa sessão muito animada e dinâmica.



  • Teatro de fantoches – Pimpona, a galinha tonta


     28 de março foi o dia da vinda dos meninos e meninas do pré-escolar do JI do Sacapeito, da EB do Sacapeito e da EB do Pereiro. Foram mais de 130 crianças que, no auditório da Escola Secundária Dr. Ginestal Machado, assistiram encantados ao teatro de fantoches “Pimpona, a galinha tonta”.


     Sala completamente cheia para assistir à atuação das educadoras Teresa, Carmina e Filomena que encantaram os presentes com o seu dinamismo, criatividade e capacidade de improvisação.


     Pimpona era uma galinha branca, grande e bonita, boa poedeira, mas muito vaidosa. Julgava-se a mais importante da capoeira, cacarejava com ar superior e não queria ser branca como as outras galinhas.

 

     Um dia, depois de pensar no assunto, decidiu fazer como a Carochinha, enfeitando-me com rendas, fitas e laços de cores garridas. Assim fez, e assim foi passear para junto da capoeira. Quando as outras galinhas a viram, começaram todas à gargalhada. Foi tal a barulheira que a dona da quinta, a senhora Balbina, veio a correr aflita, para ver o que estava acontecendo. Também ela se fartou de rir.


No final, muitos sorrisos, muitas palmas e umas gomas para adoçar a boca!


  • À descoberta da Biblioteca com os alunos do 1º ciclo de Tremez


     Na quarta-feira, dia 29 de março, tivemos a visita dos alunos do 1º ciclo de Tremez, acompanhados das respetivas professoras, para a realização de uma atividade de descoberta da biblioteca da Escola Secundária Dr. Ginestal Machado. 


     Pelas 9h30 foi vê-los chegar no autocarro cedido pela Câmara Municipal de Santarém com os seus lanches debaixo do braço e entusiasmados pela oportunidade de passarem uma manhã diferente.


     A receção foi feita no auditório da escola, onde os alunos puderam assistir ao filme animado “The fantastic flying books of Mr. Morris Lessmore”. Uma história de rara beleza e sensibilidade em que os livros são os protagonistas.


     Depois de organizados em grupo, os alunos deslocaram-se para a biblioteca, onde os aguardava a realização de uma atividade de pesquisa de informação em livros, computadores, jornais e revistas.


Os vários grupos tiveram também a oportunidade de saberem “O que é o amor” a partir da leitura da história encantadoramente feita pela professora Silvina.


     Todos os grupos se empenharam em concluir as tarefas propostas com rapidez e correção. Foi particularmente gratificante assistir ao apoio dados pelos alunos mais velhos, dos 3º e 4º anos”, aos alunos mais jovens e ainda a darem os primeiros passos na leitura e na escrita.


     No final, o estado de espírito dominante era de grande satisfação de todos os alunos por terem tido a oportunidade de conhecerem a Escola Secundária Dr. Ginestal Machado, em particular a sua biblioteca.


  • TC - Tempo do café. Na biblioteca. Com livros
O 3º dia da Semana da Leitura foi o escolhido para a realização da atividade TC: Tempo do Café. Com livros. Na biblioteca.


 Uma oportunidade para os professores, com um café numa mão e um biscoito na outra, conversarem sobre livros, partilharem leituras, lerem poesia e, até, serem alertados para os perigos da leitura.


     Momentos muito agradáveis de colaboração, partilha e confraternização que fizeram esquecer por alguns momentos os testes, as classificações, as faltas, as grelhas e a agitação burocrática que marcam o final de cada período.


A repetir em breve!


  • Encontro com o escritor Samuel Pimenta
     Com o pretexto de apresentar o seu mais recente romance, Samuel Pimenta esteve presente no auditório da Escola Secundária Dr. Ginestal Machado, numa sessão com alunos do 10º ano que teve lugar no dia 30 de março.



    Com o título “Iluminações de uma mulher livre”, este foi o resultado da bolsa Jovens Criadores de que o autor beneficiou e que o levou a viver um mês na terra natal do seu pai, na Beira Alta.
     Partindo da figura de Isabel, a mulher visionária e messiânica que é protagonista deste romance, Samuel F. Pimenta revisita histórias que nos chegaram por via da tradição oral, figuras históricas, mitos e referências da literatura universal. Antígona é um desses casos. Ao lado da evocação da heroína de Sófocles, o autor conta-nos também uma história contemporânea e pertinente sobre a opressão, tornando presente a condição feminina ao longo dos séculos e deixando questões para o agora e para o futuro.


   Como habitualmente, Samuel Pimenta aproveitou a oportunidade para chamar a atenção dos alunos para os problemas que se colocam às sociedades atuais, designadamente a nível ambiental.
  No final, o autor autografou um exemplar do seu livro que gentilmente ofereceu ao Agrupamento na pessoa do seu diretor.